Mínimo Existencial

1º – O mar jazia sereno. Quase estanque. Porque amar era pequeno. Quase gigante. A flor murchava aos poucos. Logo outra estaria em seu lugar. A dor fazia falta. Pois não pretendia voltar.

2º- Não tinha sentido extrair a fé. Imputar o medo. Se esconder, se esconder, correr… Não faria bem ir embora sem mais ou menos palavras. Ficar era seguro. Era impreciso. Acordar sonhando. Era a força do Sol.

(Raissa Lopes)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s