Transubstanciação

                                                                                                                                               (Raissa Lopes)

Primeiro a partida vem doce

Simbólica feito poesia

Depois desaba de vez

Como festa.

Só que ao avesso.

Cresce lenta, então

Surda para os lamentos e prantos

Cega para tanta vida que ainda virá

Passada a dor

Sobra música e mofo

e ela não é mais partida.

Agora é saudade.

Anúncios

Um comentário sobre “Transubstanciação

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s