19

Tento estar em outro lado

Apressando o tempo e o horizonte”

Em vão o amanhã se esconde.

Tão próximo de ser flagrado em sóis.

 

Sempre estou altivo à proa,

Navegando do outro lado mais do que adiante

E lá no fim transbordará começo

E se erguerá todo rico em luz.

 

E na esquina dos olhos,

Viu que navegou num mar miragem

Que transbordava com a distancia.

 

Olhos que silenciosos diziam infinitudes.

 

(Raissa Lopes e Daniel Lima Figueredo)

Anúncios

11 comentários sobre “19

  1. Parabéns aos dois! vejo uma sitonia nos versos … serena e melódica! Sou estudante de letras e vivo pesquisando blogs legais! sem dúvida já me tornei fã desse!

    Ah, Raissa me informe o nome do seu livro… vejo que vale apena conferir!

    Curtir

  2. Marcos! que bom que tem gostado do Decifrar!
    o meu livro não está em livrarias. o próximo que devo lançar em Junho estará. Mas de qualquer forma ele se chama “Da Altura do Vento”, eu tenho alguns ainda para vender, se se interessar.
    abraços!

    Curtir

  3. Tenho interesse sim, só que no momento estou terminando meu intercambio no centro de estudo em literatura portuguêsa, em Coimbra. Quando estiver em solos brasileiros ( em agosto, se conseguir escrever tudo até lá rsrs) ..te falo :].

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s