Morna

Figuras e sínteses. Me encontro em meio ao frio. Sento no meio fio. Queimo de vazio externo. Me encho de tranquilidade. Ensaio um beijo no delírio. Erro o alvo. Acerto o rio. Digno e merecedor. Cor da cor do que quero. Esqueço das luas dos olhos azuis. Bonecas de pano me esperam ao sol. Finjo que não as vejo. Mas elas sabem que as vi.

(Ana Maia)

Anúncios

Um comentário sobre “Morna

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s