Tópica

Palavras, palavras.

 Ações e canções.

Tudo se mistura em nosso peito.

 Algo se satura, prepara um leito.

 Deita e dorme.

 Desperta com a certeza do divino,

 do infinito, infindável, inquebrável.

 A força das palavras.

A fraqueza das ações.

Repete-se um longo encanto.

 Plausível e conveniente.

A volta. A busca. A serenidade.

A descoberta de que já não se pode viver sem o mar.

 A flor à espera. As marcas da saudade ligeira.

 Dias que correram com pressa por medo de se arrastarem à beira da estrada.

Não pode ficar sem seu par.

 Rumo que se perdeu à troco de nada.

 Esquecer as horas vãs, absorver o aprendizado delas.

A força das ações.

 A fraqueza das palavras.

 Era uma aporia, meu Deus! 

Não tinha saída.

Frases e frases não ditas.

 Suspensas.

 E sem despedida, arrancou um pedaço do céu.

 Dialética.

 Eterno retorno.

  Mastigou-se o passado.

 Digesto.

 Melhor aceitar que esse Sol não vai se pôr.

 Nunca.

 Eis o Topoi.

(Raissa Lopes)

Anúncios

2 comentários sobre “Tópica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s