Dos Horizontes [1]

Faltam poucas esquinas

Para encontrar o mar

Sim, todas as meninas

Caminham pra lá, rumo a novos horizontes

Se afastam das ruínas e atravessam a ponte

O horizonte logo atrás

Escolheu por lá ficar

Se cravou no passado

Se impediu de caminhar

Pois não se pode puxar estrelas

Elas que decidem nos acompanhar…

Não queria seguir pelas ruas

Sem aquele brilho

Mas a certeza de que o brilho certo

– em mais alguns amanhãs –

lhe encontrará

Lhe tomará de assalto

E não lhe deixará seguir só nunca mais

Lhe inflige tanta paz

Pois não se pode simular esse brilho

Ele que decide lhe acompanhar…

(Raissa Lopes)

Anúncios

Um comentário sobre “Dos Horizontes [1]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s