Soluço

Quem vai achar esse encanto perdido numa esquina qualquer?

A boneca de pano caiu do balanço, quebrou o pé

Qual é a tempestade que se forma, que se vê?

Não por maldade, por vontade de viver.

Compreendo a demora, faz parte a espera

Tudo em você me soa como um novo dia

Como uma agonia mansa e plena

Poema de nós dois.

Aurora de vento

Sedento se fez o amanhecer

Sonora é a hora que eu separei pra te ver

Mergulhar em algo que suspeito que desconheça

Me perdoa por querer te mostrar.

Tantas luzes nos confundido

Quem vai entender o nome completo do horizonte?

(Raissa Lopes)

Anúncios

Um comentário sobre “Soluço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s