Leve

 

Neve. Novo. Sol. Sensação. Se eu soubesse. Teria ido embora tão antes. Leve. Leve. Teria voado tão antes. Como folha ao vento. Vento que me afaga. Fogo que deseja me aquecer e vencer os medos. Fogo corajoso. Instinto. Tantos pesos a menos. Tanta vida a mais. A vida é curiosa. Estava quieta no meu canto. Vieram me cativar. Mas era só brasa. Quase cinzas. Não tinha chama suficiente. Não dá pra alimentar um fogo inexistente. Que insistente. Que pesado! Que graça esse amanhã! Se sonhasse que haveria tanto brilho e tanto carinho assim logo na esquina teria batido asas daquela primeira vez. E sem olhar pra trás.

(Raissa Lopes)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s