Imagem

Sou como uma poesia.
Nada fria
Mas atenta a tudo o que está ao redor.
Minha imagem vem de tempos remotos
Não quero essa fluidez
Quero o que dura
O que é sólido
E que fica gravado geração após geração.
Pareço quieta
Mas meu barulho está em outra frequência.

(Raissa Lopes)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s