Fechamentos

luzes

Ao som de Sade Adu.

Velejamos para o Norte.

As margens se distanciam de mim.

As festas vêm vindo.

O abraço sorri.

O barco à deriva.

Somos tão insanos.

(O vento tentou nos avisar)

Enquanto tentamos avistar o mar infinito.

Sereias cantaram num sussurro meio grito.

O azul riu litros.

Os eternos se enterneceram.

Se perfumaram para nossas canções de Natal.

(Raissa Lopes)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s