Confidente

confiedente

Escorrego

Nos conselhos que peço

Nos conselhos que dou

e me doou

À espera de nada

ao acaso de tudo

Me surpreendo com o efeito

Que não sonhava causar

Segredos

que carrego

grata e angustiada

Grata pela confiança dos protagonistas

Tensa por não serem meus

Me preocupo com os que me entregam

Dúvidas, dívidas, dádivas

Abraçaria-os sob minhas asas,

protegendo-os de tudo e de todos

Se fosse uma opção…

Sigo, então, ora leve, ora intensa

Densa.

Por mim, por eles, por todos.

(Raissa Lopes)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s