Colheita

img_colheitagarantida

A colheita do ano chega. Não ganhei cabelos brancos, ainda. Mas a cada ano sei que estou mais perto deles. Ganhei títulos, diplomas, prêmios, confiança, notas 10. O que doei? O que doeu?

Doeu reparar nos reparos que faço na alma para distraí-la do passado. Não busco reencontrá-lo. Não espero nem mesmo almejo revivê-lo em novos termos. Estou fortemente decidida a ficar com o meu “daqui pra frente” sempre e para sempre. Mas sei o quanto oculto de mim mesma a noção dos pensamentos que vêm como relâmpagos, sem aviso prévio. Chegam como prato principal, sem aperitivo. Não esperam serem antes anunciados. Às vezes o passado me toma e me torna tola por me deter em sua contemplação inútil, inócua. Mesmo que apenas por alguns instantes.

Me dói porque não encontro função para eles. Nesses vislumbres do que um dia foi e já não é, experimento apenas um sabor agridoce. Um sabor que sei que não alterarei por vontade própria. Apenas o tempo tem poder sobre ele. Já foi bem menos doce. Já travou muito mais a garganta. Hoje minha alegria solar é tanta que já adoçou, em certa medida, tais recordações involuntárias. Creio que seja a minha falta de poder total sobre elas o que me incomoda. Se eu soubesse já agora ser senhora e soberana absoluta dos meus pensamentos, os converteria em tulipas (a minha flor preferida). Traduziria-os em cores, em barulho tranquilo de mar – tamanho é o amor que se apossou de mim e que me faz querer sempre o bem e somente o bem de todos os seres viventes.

O que doei? Pouco, mas comecei hoje a me doar mais. Por volta do meio dia a minha humanidade falou mais alto ao se deparar com quem precisava de mim mais do que eu. A felicidade é instantânea. Fazer o bem faz um bem danado. O ano pode ir embora sossegado e pleno. Hoje (não deveríamos esperar até amanhã) foi o meu recomeço.

Sinto que meu centro caminha para o lugar certo. Gravito ao redor dEle. E lá onde eu devo estar só há aroma de flores silvestres e outras coisas agradáveis a todos os sentidos.

 (Raissa Lopes)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s