Da entrega

                                                                                                     (O Teatro Mágico)

Apoderar-se de si
Recombinando atos
Não sou quem estou aqui
Sou um instante passo

Cada um, cada qual
Resgatar o júbilo
Resistir, ser plural
Repartir o acúmulo

Apoderar-se de si
Remediando passos

Convergir no olhar
Nosso brio e fúria
Conceber, conservar
Aguerrida entrega

Nesse nosso desbravar
Emanemo-nos amor
Até quando suceder
De silenciar
O que nos trouxe até aqui

Nada melhor virá..

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s